Se você já é usuário de um serviço de motoristas – dedicado ou um Pool, doméstico ou corporativo, é com você que queremos falar. E queremos começar nosso bate-papo com 2 perguntas simples, e ao mesmo tempo muito importantes:

1° Você e a sua família estão realmente seguros?

O aumento da insegurança nas grandes cidades e os episódios cada vez mais frequentes de violência urbana, como assaltos no trânsito, no embarque ou desembarque do carro, furtos e até sequestros-relâmpago mostram que a época dos motoristas já passou: hoje a prioridade maior é a proteção dos familiares e das atividades domésticas no dia a dia, e a escolha por alguém que seja apenas um motorista definitivamente não se justifica.

É claro que só você pode responder se o serviço atual lhe protege, mas se você não tem um segurança treinado, equipado e especializado, essa proteção é falha.

2° Qual o custo real do serviço atual?

Vamos para uma somatória…

Comece com o que você desembolsa com o profissional, a remuneração e os benefícios. Some agora encargos trabalhistas (INSS, FGTS, etc.), as Provisões legais (13º salário, férias, etc.), as provisões gerenciais (as faltas – abonadas ou não, afastamentos, licenças e seus substitutos, etc.) Até aí o custo será quase o dobro da remuneração que ele ganha.

Considere custos com uniformes e os imprevistos como a sinistralidade de plano de saúde, ou um ocasional dano aos veículos ou multas. Adicione treinamentos de emergência em direção – periódicos, pois seu motorista não pode enferrujar. Neste ponto o custo real já estará entre 2,8 e 3X (isso mesmo, 3 vezes) da remuneração que ele ganha.

Importante provisionar também as demissões – afinal, ninguém é eterno. Neste ponto, com o previsto em lei (Aviso-prévio, multa sobre FGTS, etc.), o custo total alcança aproximadamente 3,5 vezes a remuneração.

Podem ocorrer também custos com uma ação trabalhista – e elas continuam existindo, gerando um impacto significativo no orçamento. As reclamações mais frequentes são o excesso de jornada, a descaracterização de escala e questões de assédio. E nestes casos não há como estimar valores, pois cada um terá suas cirscunstâncias específicas.

Se pararmos nos 3,5 vezes significa que de cada R$ 5.000,00 pagos como remuneração, seu custo real é de R$ 17.500,00 – tirando da conta benefícios como plano de saúde, seguro de vida, etc. E sem considerar questões trabalhistas que podem ocorrer no futuro com valores imprevisíveis.

E então vale a pena? A qualidade entregue justifica este valor? Quanto mais vai custar uma demissão? Tudo isso e você ainda não tem segurança…

Hora de pensar numa empresa fornecedora – uma empresa séria, cumpridora de obrigações, que apresente valores mensais definidos e que garanta o atendimento de questões trabalhistas se ocorrerem.

A SUHAI tem mais de 30 anos de experiência na proteção de famílias e empresas, e somos líderes do segmento de Segurança Pessoal no Brasil.

Através de uma pesquisa identificamos as 3 maiores prioridades das famílias, e criamos uma solução de alta qualidade:  o SSD – SUHAI Security Driver. Um único profissional, dedicado à sua família, que é segurança, motorista executivo e facilitador – treinado, experiente, capacitado e regulamentado pela Polícia Federal – o órgão responsável por fiscalizar este tipo de atividade no Brasil.

O SSD é um empregado SUHAI, empresa 100% cumpridora das obrigações legais e trabalhistas, com uma estratégia diferenciada de retenção e desenvolvimento de sua equipe. Eliminamos os problemas de férias, substituições, treinamentos, uniformes, recolhimento de obrigações e tudo mais que lhe preocupa.

Tire o motorista das suas preocupações. Contrate o SSD – SUHAI Security Driver

Segurança, Motorista executivo e Facilitador numa só contratação.

Gostou do post? O que mais você quer ler por aqui? Deixe seu comentário abaixo e siga nosso Instagram!

Saiba Mais

Segurança Pessoal e Corporativa: é hora de reduzir a estrutura?

Com o “aperto” no Budget e um cenário de inflação, o que reduzir e o que não reduzir no escopo da Segurança Pessoal e Corporativa? Investimentos em tecnologia efetivamente...

Segurança compartilhada

Com o crescimento da violência urbana vemos a cada dia aumentarem as notícias de ataques a moradores ao chegar ou sair de casa ou de seus prédios. São momentos de inevitável f...

Segurança Pessoal: como funciona?

Também chamada de Segurança Privada ou Segurança Particular. A Segurança Pessoal não está restrita a grandes personalidades ou políticos. Saiba como funciona e como contrata...