Logística Familiar nas grandes cidades… Um problema novo? Como resolver?

Security Driver: Sua logística pessoal ou familiar já demanda um motorista – permanente ou eventual, como suporte a você ou algum membro de sua família? 

A família cresceu, e as necessidades de deslocamento aumentaram. São filhos para a escola, você e esposa para o trabalho, pais e avós para consultas médicas, exames e terapias, atividades à tarde, jantar ou um drink à noite…a verdade é que – apesar do “home-office” ter se institucionalizado – ao menos parcialmente, a logística da família continua intensa e cada vez mais complexa.

Nos finais de semana, deslocamentos para o litoral ou interior podem demandar horas ao volante, reduzindo bastante seu tempo de lazer. Preocupações adicionais surgem nos engarrafamentos em estradas, com arrastões e outras práticas criminosas que estão tomando conta da sociedade brasileira…Como seria bom pegar um voo, enquanto alguém leva o carro e as bagagens para o destino, não é? 

Imagem Pexels

Na realidade são duas demandas que se misturam: a necessidade do deslocamento em si e a necessidade de segurança, pois não queremos que nada de errado aconteça com nossos familiares. Nas grandes cidades já se foram os tempos em que uma criança ou jovem podia ir sozinho para suas atividades. Para os adeptos do deslocamento “verde” – caminhar, bikes e outros meios, a resposta da criminalidade é o furto ou assalto, pois são veículos sem rastreabilidade e de facílima revenda. Olhando tudo isso, quando você pensa “motorista”, na verdade está precisando de um serviço de segurança

E essas preocupações não são só suas – Pesquisas segmentadas mostram que 33% dos entrevistados já utilizam um profissional dedicado como Motorista de Família ou Chofer, e que outros 50% demandam ao menos pontualmente – em determinados dias e horários da semana.  

A escolha certa é o motorista ou o segurança? Preciso mesmo de segurança?

A escolha certa é o segurança, pois ele faz os dois papéis. Um profissional regulamentado (O “VSPP”, na definição da lei) atua como segurança e também pode dirigir, resolvendo as 2 questões com uma única contratação.

Não podemos dizer aqui que você precisa de um segurança – sua própria realidade dará os sinais. Pense nos riscos de uma simples  rotina de escola de crianças – o embarque, desembarque e trajetos… Pense na própria visibilidade da escola onde estudam, na segurança da chegada e saída da sua residência. Para o casal também há riscos, desde o dirigir no dia a dia – os semáforos, engarrafamentos e locais perigosos, o sair à noite e os riscos na hora de manobrar e parar o veículo…Se você tem idosos na família, é mais uma preocupação. São muitas as situações do dia a dia em que corremos risco e não percebemos.

Mas temos blindados em casa. Porque isso não é suficiente? 

Esta pergunta é importante, porque muitos entendem que o blindado é o suficiente. Não há dúvida de que são um upgrade expressivo na segurança familiar, mas as questões de embarque e desembarque só são melhor resolvidas quando você tem um segurança que dirige e pode lhe escoltar até o interior do estabelecimento. Mesmo quando se dirige um blindado, as ameaças e ataques urbanos ainda existem. E essa é a hora da verdade: A pessoa que está dirigindo – e pode ser você ou sua esposa, está com os treinamentos de direção defensiva e evasiva em dia? Qual será seu tempo de reação, do estado mental de repouso, ao alerta e até a emergência? Você já vivenciou um estado de choque? E de pânico? Como irá reagir a um assalto ou a um ataque urbano?

O que é interessante é que hoje em dia não é mais necessário gastar com o motorista e com a segurança: empresas de excelência já oferecem profissionais extremamente preparados para as duas funções. Este agente híbrido se chama “security driver”.

Gostaria de conversar sobre um serviço de security driver?
Veja aqui como contatar um especialista !!

Tomando decisões: O que realmente é importante considerar?

A decisão de contratar ou não um serviço de motorista ou um segurança para a logística familiar frequentemente é tomada à luz do orçamento, e a resposta na maioria dos casos é negativa. É natural que seja assim, pois é um novo custo – frequentemente elevado, para o que se está acostumado. Na pesquisa segmentada, 20% dos respondentes confirmaram já ter o motorista próprio…Se na época foi uma decisão acertada, hoje esta escolha pode ser repensada, pois com um custo muito próximo podem ter o “security driver”. É gastar melhor a verba e resolver as duas demandas – deslocamentos e segurança – com uma só decisão. O Budget agradece !

Os que não contrataram devem ter decidido pelo Orçamento, mas é importante pensar um pouco mais em três outros fatores que devem ser considerados para que você realmente tenha tranquilidade:

  – Sua qualidade de vida

No dia a dia, pois na maioria dos pesquisados, os próprios pais fazem as vezes de motorista, acumulando ao final do dia uma, duas ou mais horas dirigindo. Além de testar seus limites com stress e habilidades na direção, esta obrigação torna comum os casos de cansaço crônico e outras consequências. Essas duas horas poderiam ir pro fitness, yoga ou um bom cinema, não?

  – A segurança dos familiares,

antes, durante e após o trajeto. Este fator deveria ser o 1º. na pirâmide de decisão e elimina a escolha pelo motorista, porque de nada adianta cumprir horários se as pessoas estarão sujeitas a riscos, ameaças ou ataques, dentro ou após sair do veículo. Na atualidade brasileira, essas palavras se tornaram realidade e são cada vez mais frequentes. Definitivamente, este desafio não é para um motorista – é para um segurança.

  – A  qualidade e profissionalismo 

são bem conhecidos os riscos dos serviços “cooperativos” (profissionais que se revezam) ou “pay-per-use”, quanto a baixa confiabilidade dos profissionais, a não disponibilidade imediata e os riscos à segurança do usuário. Quando cooperativas ou apps compartilhados, muitos profissionais se revezam e conhecem os hábitos da família – um risco para a segurança. Por outro lado, as famílias que contratam transporte escolar frequentemente recebem feedback negativo de seus filhos quanto ao que ocorre nas viagens de ida e volta à escola.

Com mais estes três fatores na mesa, a decisão fica equilibrada e prevalecerá o bom senso.

Como escolher bem um “Security driver”?

De fato você quer contratar uma solução, e não um novo problema. Assim, é importante observar estes itens:

– A confiabilidade do profissional:

   – Aqui, aspectos pessoais e de conduta, morais e éticos. Destacamos a confidencialidade – dentre outros, pois o segurança estará no dia a dia da família;

   – Destaque também para os antecedentes do profissional, pois devem ser avaliados seus históricos pessoais e profissionais, dívidas e sua condição econômico-financeira, registros policiais, civis, etc., com a coleta de pessoas de referência e recomendações.   

– A confiabilidade da empresa contratada:

 – Terá um processo seletivo rigoroso, com etapas específicas para o “security driver”? O serviço será feito dentro da legislação, à prova de  fiscalização ou reclamações trabalhistas? Substituirá o profissional no caso de faltas, férias ou licenças? Pagará seus direitos rigorosamente em dia? Terá benefícios e um programa de treinamento diferenciados, com foco na atividade do Security Driver? A empresa entende exatamente o que você precisa, e sabe prestar um serviço de excelência? 

– São muitos os quesitos para a empresa contratada, e é fundamental que ela seja séria e capaz de atendê-los com total competência. Nessa hora, uma empresa especialista em segurança pessoal faz toda a diferença.

– Caso você decida contratar como doméstico ou PJ, todas essas questões passam para sua responsabilidade e você estará contratando problemas, e não a solução. É o barato que sai caro….

– A Relação custo x benefício:

 – Faça cotações e compare. O mercado está cheio de ofertas milagrosas que sequer pagam o custo legal de um trabalhador, e se a empresa oferece um preço tão baixo, com certeza não recolherá pontualmente as obrigações trabalhistas. Assim, o menor preço pode ser uma armadilha. Lembre que – pela legislação brasileira, passivos de uma empresa mau pagadora podem cair para o tomador do serviço – no caso, você. Fuja também das “diárias” e “bicos”, porque desde 2012 já são reconhecidos pela justiça como vínculo trabalhista e passivos a pagar – ou seja, além de já ter pago ao trabalhador, futuramente pagará na justiça novamente por todos os anos da relação de trabalho.

 – Nas comparações, busque calibrar sua decisão: o “security driver” é um profissional híbrido, com diferenciais, e que definitivamente vale mais que um simples motorista. E não só pelas remunerações, mas também por suas formações e treinamentos. E o profissional tem que valer o investimento: uma empresa especialista trará para você não só um, mas vários – todos com perfis de excelência, para que você escolha o que mais se adapta às necessidades suas e de sua família.

– A Qualidade do serviço: 

É claro que você espera deste profissional uma condução agradável e segura, com pontualidade e versatilidade dentre outros atributos. Além disso, a empresa pode ofertar também o veículo, poupando os  da família. Caso tenha que dirigir os veículos da casa, é fundamental que trate com carinho e cuide tão bem como você.

Uma empresa especialista em segurança pessoal trará um “security driver” experiente com os modelos e marcas que você utiliza.

Item chave na qualidade do serviço: verifique a capacitação técnica, a experiência, e frequência de treinamentos e reciclagens, tanto como segurança e como motorista;

Gostaria de conversar sobre um serviço de security driver?
Veja aqui como contatar um especialista !!

Então o que é a Logística familiar?

Nossa conclusão é que a Logística familiar nas grandes cidades é sim um problema, mas que tem uma solução, e ela se chama: SUHAI Security Driver. A SUHAI desenvolveu este serviço ao longo dos anos, com profissionais experientes e altamente qualificados, testados e treinados à exaustão.

Chamamos de SUHAI Security Driver – SSD o que pra nós é mais do que um serviço: é um investimento. Isto porque ele economiza o seu tempo e elimina as suas preocupações, e isto não tem preço. Um investimento que possui foco, profissionalismo e excelência, evitando pessoalidades ou inconveniências típicas dos “bicos” e contratações domésticas. Estamos prontos para lhe oferecer uma visita de avaliação e uma entrevista objetiva e confidencial, onde identificaremos o perfil necessário para você e sua família.

Gostou do post? O que mais você quer ler por aqui? Deixe seu comentário abaixo e siga nosso Instagram!

Saiba Mais

LCI, LCA, CDB, CDI… Que tal diversificar com o SSD?

Além de se dedicar à proteção e ao crescimento dos seus ativos financeiros, o Investidor, via de regra, possui um ativo principal que requer sua atenção especial. Assim como ...

Sequestro: ele está de volta?

“Sequestro-relâmpago cresce 35% em SP”. Fonte: R7 Notícias.Qual é o combustível da nova onda de sequestros? Você deve se preocupar? Aliás, qual a importância do guarda-c...

Segurança Pessoal e Corporativa: é hora de reduzir a estrutura?

Com o “aperto” no Budget e um cenário de inflação, o que reduzir e o que não reduzir no escopo da Segurança Pessoal e Corporativa? Investimentos em tecnologia efetivamente...