Modernidade, tecnologia, vida livre. Porque cada vez mais os jovens precisam de segurança pessoal?

Segurança para jovens

Segurança para jovens? O que é? Como contratar?

Não é um número pleno nem uma pesquisa global, mas os serviços de segurança pessoal e de proteção executiva tem seus usuários majoritariamente na faixa etária de 45 anos em diante – o que segundo especialistas, corresponde a curva normal de ascendência social e de poder aquisitivo, somados a uma visão um tanto antiga quanto à percepção de riscos do dia a dia.

É uma realidade de mercado, mas na direção contrária a tudo isso estão os jovens…..Nos últimos anos vem crescendo continuamente a circulação social de adolescentes e jovens, seja nas rotinas normais de ida e volta à escolas ou formações complementares, como também na socialização por lazer, na construção de networks, nos mais variados eventos como shows, baladas, atividades artísticas, culturais, esportes, viagens. Não se pode esquecer das pequenas esticadas às cidades que são points naturais de cada estação. Os que já dirigem e gostam, não perdem a chance de pilotar em seus lugares preferidos. 

As questões típicas de um jovem – liberdade, autoconhecimento e um desenho de futuro por suas próprias mãos, se somam a esta circulação social efervescente, e a um rico cenário de avanços em tecnologia, infinitas possibilidades virtuais, games, gadgets e celulares avançados. É o seu universo pessoal, no qual ele mergulha profundamente. Esta imersão é acompanhada de uma despreocupação natural com as situações do dia a dia. Como resultado, os cuidados com sua própria segurança vão para um 3º. plano, o que leva o jovem a fazer coisas no “automático” e a nem perceber os riscos pelos quais está navegando – virtualmente ou fisicamente.

O que propomos aqui é ajudar você a ter um olhar atualizado sobre a segurança para jovens.

Segurança para jovens

Quer apoio para conversar sobre segurança pessoal para jovens?
Veja aqui como contatar um especialista !!

O ponto inicial desta conversa é um convite à percepção de riscos, uma percepção que deve ser amadurecida e posteriormente colocada em discussão com o próprio jovem, que fará seu assessment pessoal e poderá identificar e confirmar a presença destes riscos em seu dia a dia, concordando com a importância de combatê-los ou eliminá-los.

Vamos lá?

 Uma visão atualizada do tema Segurança para jovem deve incluir uma percepção de riscos através de perguntas objetivas. Liste os cenários vividos pelo jovem, quais os hábitos de segurança praticados e se existem saídas eficazes para cada risco identificado. Use os cenários progressivamente, como por exemplo:

1º. Cenário “em casa”: Faça perguntas como:

       – Quais hábitos de segurança são relegados? Quais riscos à segurança existem?

       – Se ocorrer uma invasão ou abordagem, o que deve ser feito? Foi testado recentemente?

         Funciona?

E assim sucessivamente para os demais: 2º.Cenário “trajetos”; 3º.Cenário “na escola”; 4º.Cenário “com os amigos”; 5º.Cenário “baladas, shows, etc”.; 6º.Cenário “esticadas, viagens”……

Avance também quanto ao Cenário “mundo virtual, mídias sociais, etc”. Expanda as perguntas, como exemplo:

   – É mantida a confidencialidade* nas fotos, postagens, etc – quanto a locais e hábitos?

*Uma das principais práticas da bandidagem é a engenharia social – através da qual a vida da sua família e do jovem é ricamente mapeada, para que seja em seguida selecionada para um ataque. 

   – Transações bancárias estão protegidas?

   – Controle de celulares: senhas seguras, possibilidade de bloqueio se furtado, permite rastreamento durante uma crise, etc.?

   Uma forma de expandir nosso pensamento a respeito de “riscos” é pensar no conceito de “riqueza circulante”. Cada jovem circula portando bens de razoável valor – jóias, celulares, carros, etc. o que – mesmo que não seja ostensivo, representa um atrativo para os criminosos de plantão. E não importa se a vítima é classe alta, média, etc…o que importa é que ela é uma “oportunidade”. Para o bandido, a “oportunidade” cresce quanto maior for o valor dos bens e/ou suas quantidades. Se hoje em dia temos um nível inédito de circulação de jovens – que frequentemente se encontram em grande quantidade e variedade de locais e situações, isto significa também um nível inédito de “oportunidades”, de riqueza circulante, em particular nos lugares mais famosos e mais badalados das capitais.

   Se o seu jovem é adolescente ou adulto, faça-o participar desta análise. Assim você terá o apoio dele quanto às medidas de segurança a serem implementadas.

E o que fazer com essa Lista de Riscos?….. 

E então? A segurança para jovem é mesmo necessária?

A chance de que pais e líderes de Famílias mudem essa realidade social é mínima… o fundamental passa a ser o trabalho de educar o jovem para segurança, bem como a avaliação concreta se ele precisa de apoio para sua segurança. Para esses 2 itens, a Lista de Risco é extremamente útil.

Se são crianças ou adolescentes, este apoio – na forma de um ou uma segurança profissional – é indispensável. Se já são adultos, a educação para segurança e o assessment comentado acima dirão se o jovem é ou não capaz de evitar todos os riscos vividos no dia a dia, ou se é necessário um guarda-costas para protege-lo.

A decisão de ter uma segurança profissional para seus jovens é estratégica. O criminoso sabe que atingindo o jovem, a família cederá em tudo o que for exigido. Isto agiliza os pedidos de resgate e transferências, tão comuns nos atuais crimes de sequestro e extorsão. 

Quer apoio para fazer um assessment de segurança pessoal para sua família?
Veja aqui como contatar um especialista !!

Segurança para Jovens: Um pouco de realismo quanto à segurança eletrônica e digital 

Com o progresso da eletrônica, das ferramentas digitais, da cobertura de internet e da Inteligência Artificial, muitas famílias confiam que essas facilidades darão a proteção necessária ao jovem. De fato hoje em dia são muitas as soluções voltadas a alertar que algo errado ocorreu, mas o conceito é reativo, ou seja, um ataque aconteceu e o alerta foi disparado. Esta sempre será uma solução ineficaz, pois o que importa é que o ataque não aconteça.  Em outras palavras, a solução certa para a segurança é inibir, dissuadir ou impedir que o ataque aconteça – e para isso, nada melhor que um guarda-costas.

Caso queira conversar sobre recursos eletrônicos de segurança, leia nosso post anterior, onde falamos um pouco sobre os tempos de resposta  a um chamado de segurança eletrônica e sobre os índices de sucesso nas condenações baseadas em provas eletrônicas.

Segurança para Jovens: desmistificando o guarda-costas. É possível uma vida normal?

Como todas as demais atividades, o serviço de segurança pessoal também vem evoluindo tremendamente nos últimos anos. De uma atividade “pesada”, que impedia o protegido de fazer atividades do seu gosto e interesse, hoje a segurança pessoal é discreta, não invasiva, flexível e multitarefa. Uma empresa competente em segurança pessoal hoje em dia tem uma visão holística da sua atividade, e será capaz de fornecer agentes femininos ou masculinos, flexíveis em suas competências e capazes de dar proteção a variados membros da família, desde crianças até os idosos. O entendimento moderno é de que a segurança deve se encaixar na logística familiar sem perder – é claro, o foco na proteção pessoal dos familiares. Um mesmo segurança é capaz de proteger o jovem numa balada de forma totalmente discreta, e também será capaz de proteger o idoso, de dirigir com perfeição e levar as crianças para a escola. Essa visão abrangente é um diferencial de uma empresa especialista em segurança pessoal, porque já seleciona e capacita de seus agentes de forma ampla e eficaz.

Jovens que tem um serviço de segurança vão a escola, a baladas, esticadas, saem com amigas e amigos sem que se perceba que estão acompanhados por uma ou um guarda-costas. Este serviço pode ser contínuo – formato mais recomendado, porque permite que o segurança se integre às rotinas do jovem e atue preventivamente quanto a eventuais descuidos familiares. O serviço pode ser também pontual – quando a agente acompanha pontualmente o familiar, como em uma noite ou um curto período de tempo.

Um ponto fundamental em toda essa realidade é não esperar que ocorra um incidente para pensar no tema. Jovens são por definição imprevisíveis, e o fato de “nunca ter acontecido nada errado” não quer dizer que não ocorrerá. Em nosso blog anterior, conversamos um pouco sobre a acelerada degradação da segurança nas cidades brasileiras. E existe um velho ditado, bastante verdadeiro: se você não está pensando na segurança do seu jovem, alguém estará.

Segurança para jovens

Segurança para jovens: como contratar?

Uma dica certeira é buscar o especialista. Existem empresas especializadas em segurança, mas busque uma especialista em segurança pessoal, experiente na proteção de jovens, com agentes treinados para as várias situações e com confidencialidade para não disseminar particularidades da família. Veja requisitos importantes a constar no seu roteiro de busca:

  – Que tenha uma gestão empresarial sadia, com missão, visão e valores. E que tenha um Código de Ética e Conduta que seja compromisso de todos os seus colaboradores.

  – Que tenha certificações de Qualidade de Serviço, como exemplo a ISO 9001:2015;

  – Que seja presente, com uma central de monitoramento 24 horas e inspeções  presenciais constantes;

 – Que seja boa cumpridora de suas obrigações, com recolhimentos em dia, antecipação de pagamentos a seus agentes e benefícios diferenciados,

 – Que selecione bem e treine intensivamente seus agentes, que seja próxima dêles e os acolha sempre que necessário;

Encontrando esses requisitos, será um “match”: Uma boa segurança vem de base – agentes bem selecionados, bem qualificados e motivados, com uma empresa séria de fundo….agora sim, com uma segurança eficaz você pode relaxar…..Hora da pipoca !!

Quer conversar sobre segurança para jovens?
Veja aqui como contatar um especialista !!

Gostou do post? O que mais você quer ler por aqui? Deixe seu comentário abaixo e siga nosso Instagram!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *